Marcia

O Presidente da Ucrânia, Volodymyr Zelenski, através de uma videoconferência, discursou para uma a plateia de duas mil pessoas que compareceu à Abertura do Festival de Cannes, na terça-feira (17/5/2022), no Grand Théâtre Limière, onde ele disse, entre outras coisas: “O filme não destruiu o verdadeiro ditador na época, mas, graças a ele, o cinema deixou de ser mudo. E em todos os sentidos da palavra. Foi a voz da futura vitória e da liberdade.” Continuou: “Como naquela época, uma batalha pela liberdade está sendo travada hoje. E precisamos de um novo Chaplin para mostrar que o cinema não está mudo.” E ainda: “Nós vamos continuar lutando, Por não termos outra escolha. Estou convencido de que o ditador vai perder.” No final, pediu: “Glória à Ucrânia!” E foi aplaudido de pé pela audiência.

Fonte: Valor.globo.com

--

--